Você navega pela internet como todo dia e de repente se depara com um assunto novo que te deixa curioso. Daí você vai pesquisar e descobre que esse assunto é discutido por milhares de pessoas de todo o mundo há muito tempo.
Foi isso que aconteceu quando eu descobri o que era Codex Seraphinianus, um livro escrito na década de 70 e considerado por muitos  o livro mais estranho já impresso. Escrito e ilustrado pelo italiano Luigi Serafini, que demorou mais de 30 meses para finalizá-lo, o livro é uma espécie de enciclopédia ilustrada de um mundo paralelo ao que vivemos.  Em suas 360 páginas,  Codex Seraphinianus traz ilustrações surreais de diagramas, figuras estranhas, engenhocas, animais metamórficos, alienigenas, seres fantásticos e humanos. Ou tudo junto em uma figura só.

 

Os textos do livro são outro ponto que chama atenção. Codex foi escrito em um dialeto particular que até hoje não foi decifrado mesmo após tentativas frustradas de  famoso criptologistas, analistas de estatísticas da CIA, matemáticos .

Quem já teve o prazer de folhear o Codex garante que é possível gastar horas e horas tentando achar qual o sentido das imagens e o significado das palavras e quais as ligações entre as páginas. Porém, para ser um felizardo desses é preciso estar com o bolso cheio : as cópias da última edição, lançada em 1993, chegam a custar $400. ( Dizem que uma editora italiana pretende lançar  uma nova edição para esse ano com um preço mais em conta e com páginas inéditas.)


O autor ainda está vivo hoje em dia, mas não se pronuncia sobre o significado do livro,  oque faz com que muitas teorias pipoquem pela internet. Pode conferir, joga 
Codex Seraphinianus no google. Eu adoraria colocar as mãos em uma cópia e ver de perto do que se trata a enciclopédia que fascina, confunde e inspira tanta gente ao redor do mundo.

No vídeo abaixo você pode conferir uma sinfonia inspirada no livro e ver imagens das páginas. 

Ou você pode ver todas as páginas do livro aqui.