Já ouviu falar no MSCHF?

MSCHF pronuncia-se “mischief”. Basicamente, eles estão enlouquecendo a todos no mundo da arte e da moda, e nós adoramos isso!

O MSCHF é um coletivo de arte americano com sede no Brooklin, Nova York, que lança produtos controversos. O grupo produz uma ampla gama de obras de arte, apps, plugins de navegador, tênis, fotografias; alguns são produtos físicos mas outros são apenas para serem consumidos digitalmente.

O MSCHF vem criando silenciosamente alguns dos produtos mais absurdos e virais on-line. E mesmo assim, eles se esgotam em questões de minutos. O grupo anuncia seu trabalho em “drops” numerados todas as semanas aos interessados em seu site e aplicativo. O CEO, Gabriel Whaley, diz em entrevistas que tudo funciona com a energia do “caos estruturado”.

Com carne de cavalo, queijo de larva Casu Marzu e peixe venenoso Fugu, o MSCHF usou sabores proibidos no mercado para lançar o Illegal Chips, em parceria com um chef.
Em Blur, o coletivo deixa explícito: uma compra é uma falsa realidade monetária até que esteja em sua mão. As pilhas borradas de notas de US$20 dólares rapidamente se esgotaram.
Em “Medical Bill Art“, 3 enormes pinturas de contas hospitalares foram criadas e vendidas para quitar dívidas médicas de 3 pessoas.

OBJETIVO? CAUSAR

Seu objetivo? Produzir comentários sociais, ultrapassar limites, zombar de certas indústrias, não lucrar. Muitos de seus projetos implicam no direito de propriedade intelectual. Alguns consideram o trabalho do MSCHF brincadeiras virais ou campanhas de marketing.

Ao se unir ao rapper Lil Nas X pra criar os Satan Shoes (“Tênis do Diabo”), o MSCHF produziu 666 pares a partir do modelo Nike Air Max 97s, customizados com boa dose de heresia: gota de sangue humano no solado (dizem que é de própria equipe), pentagrama no cadarço, cruz invertida na lingueta, a grafia “Lucas 10:18”.
Customizados com água benta no solado, os Jesus Shoes foram criados com 60 ml do líquido que saíram diretamente do rio Jordão, onde Jesus Cristo foi batizado. Para arrematar a referência religiosa (e irônica), o cadarço do pé direito foi decorado com um crucifixo de aço.

COMO ESTAMOS TIRANDO SARRO DO QUE ESTAMOS OBSERVANDO?

“Estamos nos divertimos o máximo possível e vemos o que acontece”.

Fundada em 2016 por Gabriel Whaley, um ex-funcionário do Buzz Feed, o MSCHF funciona como um laboratório criativo experimental. A cada semana um novo produto descabido é lançado, que pode ser tangível como os tênis ou os chips, ou apenas digital. Porém, todos incluem uma certa acidez e crítica social.

Foi em meio de 2018 que o coletivo lançou seu primeiro trabalho intitulado A Persistência do Caos. Era um único laptop Windows 2008 carregado com seis programas de malware. Estes programas foram os que causaram quase US$100 bilhões de danos à economia global. O computador com vírus infames ultrapassou o valor de US$ 1 milhão em leilão, e foi vendido como projeto de arte.

Em abril de 2020, o projeto chamado ‘Severed Spots’ envolveu a compra de uma obra original do artista Damien Hirst de US$ 30.000.

O MSCHF cortou os pontos coloridos individualmente da obra, vendendo cada um por US$480. Um segundo trabalho foi criado, com o papel em branco restante, intitulado ’88 Holes’, vendido por US$261.400 (veja acima). Surreal, não?

Para o Dia dos Namorados, o MSCHF quis consertar os corações partidos dos românticos incorrigíveis e lançou o Heart 2 Electric Boogaloo. O produto é realmente um desfibrilador destinado a uso médico para o coração. Os possíveis compradores deveriam preencher um formulário de consulta detalhando o básico: nome, telefone, número e seu motivo de desgosto.

Um de seus outros projetos, ‘At All Costs‘ vem imprimindo o preço que as pessoas querem pagar por uma peça de roupa (‘Wear the Price you Pay’). Edição limitada, os mesmos itens variam entre 0-US$500. O comprador decide. O objetivo é apontar o absurdo até onde vai a cultura do consumo.

“CONSTRUÍMOS O QUE QUEREMOS. E NÃO NOS IMPORTAMOS”.

“Uma marca de quê? Eu não sei. Ser uma empresa mata a magia”, comenta Gabriel Whaley. “Não estamos aqui para tornar o mundo um lugar melhor. Estamos esclarecendo o quanto tudo é uma droga”.

Acompanhe os drops semanais do MSCHF em seu site e inspire-se com sua criatividade controversa!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s