Projeto 54 – 13ª edição: Inspirações dos artistas para Carta 2

Ainda está sob análise na UNESCO, mas você sabia que o nosso jogo de baralho, o Projeto 54, é considerado a 8ª maravilha do mundo?

Depois da entrevista com os responsáveis pelo Às, no Projeto 54 – 13ª edição, conversamos com os quatro artistas talentosos que criaram a próxima carta do baralho: o dois!

Segundo o Tarot, simbolicamente, a Carta 2 se relaciona com amor, negócios ou trabalho. O 2 de Paus mostra inspiração e ação; o 2 de Ouros – dualidade e escolhas; o 2 de Espadas – a paz interior; o 2 de Copas – harmonia.

Mas será que isso influenciou Manu Reis, Kogui, Ju Kawayumi e Sapatosca? Vem com a gente:

Antes, uma curiosidade!

Sabia que se você somar todos os valores das cartas em um baralho (atribuindo 11 para o Valete, 12 para a Rainha e 13 para o Rei), além de adicionar 1 para o Coringa, você acaba com 365 – exatamente o mesmo número de dias em um ano? Adicione um segundo Coringa e você terá um para cada dia em um ano bissexto.

Embora alguns estudiosos acreditem que este calendário seja pura coincidência, outros acham que o padrão foi criado intencionalmente, ou seja, as 52 cartas em um baralho correspondem às 52 semanas em um ano. Legal, não?

ARTISTAS CARTA 2 – PROJETO 54 – 13ª EDIÇÃO

Agora você conhece um pouco mais sobre as responsáveis!

SAPATOSCA (Ilustradora)

Ilustradora belorizontina formada em Artes Plásticas, Sapatosca aborda o feminismo, a identidade queer, os direitos humanos, o tema sapaqueer e traz questões sobre afeto e a resistência LGBTQIAP+. E completa: “Quando a gente fala de tudo isso, não tem como deixar de lado a autodescoberta”.

Sua arte para o projeto foi criada como um retrato. Por isso, seu 2 de Ouros traz quatro mulheres que também podem ser vistas como duas metades ou uma só pessoa.

“Cada face que aparece contém um semblante muito próprio. Elas mostram ramificações misteriosas e profundas que existem dentro de cada um de nós, mas que se unem, de mãos dadas e no centro do corpo“.

Sobre o Projeto 54, ela acredita que é uma maneira incrível de juntar vários artistas com produções, temas e ferramentas completamente distintas e proporcionar uma união forte dos trabalhos – sem que ninguém perca a singularidade da própria voz.

Ao ser convidada para esta edição do baralho, ficou super feliz com o re-encontro dos artistas que já acompanhava, e com a descoberta daqueles que ainda não conhecia. “Ver o baralho completo foi uma surpresa maravilhosa!“.

KOGUI (Designer e Ilustradora)

Gabriela Koga, mais conhecida como Kogui, tem 26 anos, e conta que a ilustração a acompanha desde sempre. Sua avó, artista plástica, sempre a incentivou muito, desde que começou a desenhar ainda criança.

A escolha pela faculdade de Design Gráfico também foi motivada pela vontade de trabalhar na área criativa, onde permitisse explorar seus desenhos.

“Hoje eu vejo a ilustração como parte essencial não só da minha formação profissional, mas da minha identidade e expressão como um todo”.

Para criar o 2 de Copas para a nova edição do Projeto 54, Kogui pensou em representar o número e o naipe de maneira leve e divertida. Ela também queria que o desenho pudesse ser visto nos dois sentidos. Assim, lembrou de um desenho seu de dois gatos conversando em janelas diferentes e usou como base pra a carta.

Gabriela comenta que conhece o Projeto 54 há anos e sempre teve vontade de participar. Acha incrível justamente a ideia de reunir tantos artistas em um só produto, único e especial a cada edição.

JU KAWAYUMI (Designer e Ilustradora)

Julia é ilustradora, mãe de Pet e designer de São Paulo. Sempre se sentiu inspirada a desenhar profissionalmente por vários motivos como uma comunidade de jogo on-line que participava, por revistas com matérias ilustradas, desenhos animados e até por seu padrasto ser publicitário.

Mas o ponto chave que a fez decidir pela carreira foi ao conhecer a namorada de um amigo que desenhava pra caramba, com linhas marcantes e coloridas. A cada desenho que Julia via da moça, ficava com mais vontade de fazer igual. Para ela, aquilo era incrível, e mesmo com o passar do tempo, nunca abandonou a ideia: “Hoje faço exatamente o que a Julia de 14 anos queria fazer”, comenta.

Ao escolher a sua carta, teve oportunidade de refletir nela o estilo de seu trabalho. O 2 de Espadas traz liberdade no desenho, além do número 2 ser o seu favorito.

Julia desenha mulheres, é apaixonada por tatuagens, e tem explorado muito o Irezumi (estilo de tattoo japonês).

Para ela, o baralho da El Cabriton é uma ótima maneira de compilar diferentes artes incríveis, expor talentos e conhecer vários artistas. Tudo de uma vez só.

MANU REIS

Manuela tem 30 anos, é arquiteta de formação, e trabalha na área desde 2014. Além disso, fez pós-graduação em Design de Interiores Contemporâneo, em Ilustração e Infografia, tem Especialização em Gerenciamento de obras, em Arquitetura e Construção de Edifícios Sustentáveis, e mais, desenha desde pequena. Seguiu os passos de seus pais que eram projetistas.

Porém, ela se aprofundou mais na cena artística quando começou a criar letterings. No final de 2017, seu projeto “Um Todo Dia” tinha como ideia inicial postar um desenho por dia / por um ano. Ela fez isso pra ocupar a mente enquanto passava por um processo de separação.

Na época, enquanto postava suas criações no Facebook, foi aceita pra fazer a Pós em Ilustração. Em 2018, se mudou pra SP pra trabalhar e estudar, e no meio disso tudo foi convidada pra ilustrar o livro de poesia de sua prima.

Se divorciou, terminou a segunda pós, e em paralelo com a arquitetura, estudava mais sobre desenhos, traços, atrás de seu próprio estilo.

“Pintar, desenhar, ilustrar, rascunhar, sempre foi minha válvula de escape pra absolutamente tudo. Se estou cansada, estressada, triste, com raiva é na arte que me acalmo”.

A pandemia trouxe de volta esse sentimento e de maneira muito significativa. A arte foi sua voz, expressão de sentimentos jamais ditos. Para ela, o convite da El Cabriton só afirmou que está no caminho certo.

Sua carta é a junção de três ilustras que criou dentro de seu estilo: rostos, linhas, mãos (com as tattoos que tem) e a frase ARTEVIDA, que nada mais é do que a junção do mais antigo meio de expressão do ser humano (arte figurativa) – e o que move todo e qualquer ser humano (a vida). 

Para Manu, o Projeto 54 é político. “Arte é resistência, é afeto, é entrega, é visão de mundo. Juntar 54 artistas pra cada um sintetizar sua arte em forma de carta de baralho, é polinizar a visão de cada um. É produzir arte com propósito”.

PROJETO 54 – 13ª EDIÇÃO

Nenhum outro jogo no mundo reúne em 54 cartas artes dos mais diversos estilos feitas por talentosíssimos artistas.

A 13ª edição do Projeto 54 tem tiragem única e limitada, além disso, foi impressa pela COPAG, maior fabricante de baralhos do Brasil, o que garante qualidade e jogabilidade. GARANTA O SEU!

5 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s